/ El establo de Pegaso: Tapeçarias de Ferreira da Silva

domingo, 26 de abril de 2009

Tapeçarias de Ferreira da Silva



Tapeçarias

o tempo no tempo de ser
existência conjunta.

sopros de múltipla espécie!

ondas incertas,
como afagos na liberdade em vento.

breves recordações.

ou frágeis manhãs,
nas imensas linhas do coração.


VFS Interlúdios da Certeza

Más poemas en do Inatingível

2 comentarios:

António dijo...

Um texto que não se insere na qualidade geral do seu blog.

Apenas a minha opinião.

Mariana dijo...

"ou frágeis manhas,
nas imensas linhas do coração"

A incerteza dos sentimentos.

Um belo poema!